Golpes de Arco

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Golpes de Arco

Mensagem por Admin em Seg Mar 09, 2015 5:23 pm

>>> Golpes de arco <<<


Carl Flesch (1873-1944 Húngaro), Ivan Galamian (1903-181 Iraniano) e Marcos Salles (185-1965 Brasileiro) foramgrandes estudiosos da técnica violinística.

Mariana Salles se baseou nos três mestres para escrever o livro “Arcadas e Golpes de Arco.

Carlos Augusto Vieira fez um simples resumo da proposta do livro. Divirtam-se!

Movimento vertical  e movimento horizontal, nesta obra, significarão:

Pronação é um giro de ante-braço e/ou pulso que resulta numa maior pressão do indicador sobre a vara do arco e, consequentemente, numa menor pressão do dedo mínimo sobre a vara do arco.

Supinação é um giro de ante-braço e/ou pulso que resulta numa maior pressão do dedo mínimo sobre a vara do arco e,consequentemente, numa menor pressão do indicador sobre a vara do arco.

> Golpes de arco <

> 1 - Legatto <

É a sucessão de duas ou mais notas executadas numa mesma arcada, de forma ligada, ou seja, ininterruptas por pausas. A posição do arco flutua entre o cavalete e o espelho. Nas mudanças de posição a quantidade de arco deve ser maior e a pressão menor. Assim as mudanças de posição serão imperceptíveis. Nas trocas de cordas o arco deverá se mover para a próxima corda de forma gradual e antes da mudança. Muitas vezes os compositores colocam ligaduras insustentáveis na extensão do arco por serem pianísticas (ex: Brahms e Beethoven) que devem ser readaptadas pelo executante. O legato é frequentemente usado conjuntamente com outro golpe de arco e/ou inflexão de arcada não anotados pelos compositores cuja escolha é exclusivamente do intérprete. Os exemplos mais comuns são acentos (>) em algumas notas e ouso do fouetté no início de cada ligadura em passagens rápidas. A notação gráfica do legato é a ligadura.
   
> 2 - Son Filé <

Consiste na sustentação de uma nota em tempo suficiente para receber um caráter cantabile; segundo Flesch, em torno de 1 a 15 segundos. Menos de 1 seg. é considerado Détaché e mais de 15 é mais usado para fins de estudo técnico. No son filé a escolha “correta” do vibrato é fundamental:lento ou rápido; mais amplo ou menos amplo; de dedo, pulso ou braço.As mudanças de sentido de arco devem ser o mais imperceptíveis possível. Não há notação gráfica para o son filé.

> 3 – Détaché <

(1-détaché, 2-détaché acentuado, 3-détaché com todo o arco, 4-grand-détaché, 5-portato 5.1-portato ou louré e 5.2-détachéporte, 6-détaché lance, 7-fouetté, 8-grand détaché porté e 9-détaché “duro”) É o golpe de arco básico mais importante. Neste golpe de arco, contrariamente ao Legato, cada nota é executada em uma arcada pelos movimentos do antebraço. É uma seqüência de notas ligadas, embora a troca de sentido do arco produza uma micro pausa inevitável. Saliento que este golpe produz um som ligado embora o significado deste termo seja                      “ destacado”. A explicação para esta contradição é a seguinte:

Os arcos antigos (anteriores à 1750) de transição do barroco tem a vara convexa. Em função desta curvatura a tensão da crina é menor que nos arcos atuais. Assim, quando movemos o arco antigo “para cima e para baixo” sobre as cordas, as notas soam destacadas, embora o movimento do antebraço direito seja o mais contínuo possível. Estas notas, além de aparecem destacadas, crescem e decrescem, pois no meio do arco o som é mais forte que nas extremidades. Já o arco moderno é côncavo e oferece uma “resposta” sonora quase imediata. Ou seja: o mesmo movimento contínuo, se realizado no arco antigo provoca o détaché (destacado) e no arco moderno produz um som ligado mas como o movimento muscular é o mesmo, foi mantido o nome détaché. O arco moderno surgiu por volta de 1790, foi idealizado por Giovanni Batista Viotti (1753 – 1824) e construído porFrançois Tourte (1747 – 1835).

3.1 - Détaché

É o produto do movimento do arco para cima e para baixo da forma mais contínua possível. Deve ser estudado em todas as regiões do arco mas apresenta o melhor resultado quando executado acima da metade do arco (esta região do arco exige menos esforço físico). Quanto mais rápida for sua execução, mais perto do espelho o arco deverá ser posicionado.    A inclinação da vara para o espelho deverá ser considerada. Quanto mais rápida for a execução, mais solicitados serão os dedos e o pulso que deverão se apresentar flexíveis. Quando usado em longos trechos, o uso da forma russa de segurar o arco reduzirá o esforço físico. O détaché
não possui notação gráfica especifica.
 
3.2 - Grand-détaché

É um tipo de détaché que utiliza pelo menos metade da extensão do arco por isso só pode ser usado em tempo moderado para lento e em dinâmica forte.A região do arco mais indicada para este golpe é sua metade superior embora algumas passagens tornem necessário ouso da metade inferior.Este golpe não possui notação gráfica especifica.

3.3 - Détaché acentuado

Caracteriza-se por um acento no inicio de cada golpe. Este acento, contrário ao do golpe de arco martele , é produzido durante o inicio do golpe, através do aumento de velocidade e pressão (no marteléa pressão é feita antes do ataque danota). É usado, em geral, na metade superior do arco, como o détaché básico. Não deve conter pausas entre as notas mas podem haver exceções.A notação gráfica para este golpe é o sinal de acento    >  

3.4 - Détaché

Com todo o arco É um détaché acentuado onde todo o arco é usado. A notação gráfica para este golpe é o sinal de acento   >

3.5 - Portato

No Brasil se usa o termo Portato tanto para designar o Portato ou Louré
como para designar o Détaché porte. Portanto usaremos o termo portato para designar ambos os golpes de arco. Abaixo explicamos detalhadamente cada um deles.

3.5.1 - Portato ou Louré

O arco deverá estar sobre a crina, sem tender para o cavalete ou para o espelho;tui-se a posição do dedo mínimo (5ºquirodáctilo direito), pela do anular (4º quirodáctilo direito) para que atrole da altura do salto é feito pelo indicador.uficiente inclinação do arco em direção ao cavalete;antidade de arco em excesso e tensão de jogar o arco (o arco deve saltar por si mesmo, sem esforço do executante).Golpes de Arco - violino

Para este golpe é sua metade superior embora algumas passagens tornem necessário oo arco deverá estar sobre a crina, sem tender para o cavalete ou para o espelho;tui-se a posição do dedo mínimo (5ºquirodáctilo direito), pela do anular (4º quirodáctilo direito) para que atrole da altura do salto é feito pelo indicador.  

Ao contrário do staccato volante, no spiccato volante o arco é posicionado verticalmente (crina e vara alinhadas verticalmente).A notação gráfica para spiccato volante é o mesmo “v” que indica “notas para cima”.A notação gráfica para todos os outros tipos de staccato são pontos sobre/sob as notas e estas notas são unidas poruma ligadura.

8 – Ricochet

(1-ricochet, 2-jetée ou saltati, 3-arpejos em ricochet, 4-ricochet controlado e arpejos controlados)Neste golpe várias notas são executadas numa mesma arcada para cima ou para baixo através de um único impulsoque faz com que o arco salte por si só, num movimento “ricocheteado” semelhante ao de uma bola de borracha.Alguns aconselham que a vara do arco esteja inclinada em direção ao cavalete e que, ao contrário das normas decondução de arco, o movimento deva ser conduzido pela articulação do ombro (e não do cotovelo), de maneira lateral, ao que chamamos de abdução horizontal.Executável nos dois terços superiores do arco, quanto mais para a ponta mais rápido será e quanto mais para o talão,mais lento será.A altura dos saltos depende do primeiro impulso e da pressão do dedo indicador que limita a altura do salto. Quanto mais altos forem os saltos, mais lenta será a seqüência de notas e quanto mais baixos, mais rápida será tal seqüência.O músico deverá programar a quantidade de arco envolvida em função do número de notas à serem ricocheteadas.O ricochet se torna mais fácil em arcadas para baixo.As principais falhas na execução de ricochete são:1.insuficiente inclinação do arco em direção ao cavalete;2.quantidade de arco em excesso e3.muita intenção de jogar o arco (o arco deve saltar por si mesmo, sem esforço do executante).

8.1 – Ricochet

O ricochet propriamente dito é executado em movimento perpétuo durante toda uma passagem. Em geral se compõe de duas a quatro notas para cada arcada. A primeira nota da arcada para baixo é que inicia o ciclo e é o tempo forte do grupo (não há exceções).
   
A vara do arco deve estar vertical sobre a crina ou levemente inclinada para o cavalete.

8.2 – Jetée ou saltati

É a execução de várias notas em ricochet numa única arcada para baixo em movimento isolado (não é contínuo como o ricochet que ocorre num trecho maior da música ou exercício em arcadas para cima e para baixo). Em raríssimas exceções será feito para cima.A dificuldade do jetée está em coordenar os saltos do arco com a mão esquerda.No início do golpe a vara do arco deverá estar vertical e gradualmente se inclina para o cavalete.

8.3 - Arpejos em ricochet

É o tipo de ricochet mais encontrado no repertório violinístico. Abrange de duas a quatro cordas tocadas em movimento perpétuo. A mudança de cordas facilita a obtenção dos saltos.O arco deve estar ligeiramente inclinado para o cavalete.Utiliza-se o mínimo possível de amplitude do arco.Braço e pulso mantêm-se imóveis: o movimento de mudança de corda é feito unicamente pela articulação do ombro.O andamento de execução é sempre rápido. Compositores devem ter em mente que a nota mais grave dos arpejos deve, sem exceção, estar posicionada em tempo forte e em arcada para baixo.

8.4 - Ricochet controlado e arpejos controlados

São ricochets e arpejos em andamentos lentos, e que por isso, requerem um controle individual de salto para cada nota,feito da mesma forma que no spiccato. Algumas vezes os ricochets ou arpejos “normais” precisam de um início e/ou um final lento e esta velocidade é alterada gradualmente com o uso do ricochet controlado ou arpejo controlado.A notação gráfica para este golpe é feita por pontos sobre/sob cada nota com ligaduras.

Informações adicionais

O ponto de equilíbrio (centro de gravidade) do arco fica, em média, 18,5cm distante do início do talão.

Admin
Admin

Mensagens : 37
Data de inscrição : 07/03/2015

Ver perfil do usuário http://acienciadascordas.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum